Diretrizes

Define-se por extensão universitária o conjunto das atividades acadêmicas de caráter educativo, cultural e científico que, articuladas ao ensino e à pesquisa, de forma indissociável, promove a relação entre a universidade e a sociedade.

Em seu desenho formativo, as atividades de extensão devem se organizar em torno de objetivos de curto prazo, desenvolver metodologias contextualizadas e privilegiar ações integradas com as administrações públicas e com as entidades da sociedade civil, quer do ponto de vista da definição de seus processos metodológicos quer do ponto de vista de seus resultados. Além disso, seu enfoque e modos operativos devem propiciar o trabalho multidisciplinar e a participação dos vários segmentos da comunidade universitária.

As atividades de extensão podem ser realizadas de diferentes formas: programas, projetos, cursos, eventos, prestação de serviços, publicação e outros produtos acadêmicos.

São considerados Eventos de Extensão Universitária as atividades desenvolvidas sob a forma de seminários, conferências, debates, jornadas e similares.

 

Modalidades de Cursos


Curso de Aperfeiçoamento: consiste em produzir, sistematizar e divulgar conhecimentos e técnicas a profissionais ou membros da comunidade. Tem duração de 150 a 350 horas.

Curso de Capacitação: consiste na divulgação de conhecimento e técnicas a profissionais ou membros da comunidade. Tem duração de 60 a 150 horas.

Curso de Atualização: consiste na atualização dos conhecimentos e técnicas a profissionais ou membros da comunidade. Tem duração de 15 a 60 horas.

 

Proponentes


Poderão propor e desenvolver atividades extensionistas professores, técnicos e estudantes. O Diretório Central dos Estudantes (DCE) e os Centros Acadêmicos contarão com a supervisão de um professor da respectiva área de conhecimento.

 

Áreas Estratégicas


Ciências Biológicas e Fisiológicas, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Agrárias e Veterinárias, Ciências Humanas, Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Aplicadas, Engenharias, Linguística, Letras e Artes.

 

Área Temática Principal


Comunicação, cultura, direitos humanos e justiça, educação, meio ambiente, saúde, tecnologia e produção, e trabalho.

 

Tramitação e Aprovação


A solicitação de registro ou aprovação de projetos de extensão deverá ser protocolada na Secretaria Geral do Instituto, dirigida à Diretora Geral do Instituto. Os projetos serão apreciados no Conselho das faculdades (exceto no caso de registro), e aprovados na Congregação do Instituto. Após sua aprovação serão encaminhados à PROEX, para registro no cadastro de programas e projetos de extensão.

 

Duração e renovação


Os projetos podem ter a duração máxima de dois anos, podendo ser renovados.

 

Relatório


Os coordenadores deverão apresentar à PROEX um relatório técnico ao final do projeto.

No relatório técnico deverá ser comprovada a produção científica, artística e/ou cultural, em conformidade com o plano de trabalho, contemplando pelo menos uma das seguintes produções: publicação de artigo, capítulo de livro, trabalho completo em anais de eventos científicos, arranjo e/ou composição musical, programa de rádio ou TV, obras de artes visuais, sonoplastia, software, produtos, processos, desenvolvimento de material didático institucional, curso de curta duração ministrado, editoração.

 

Restrições


Os coordenadores de projetos e programas que não apresentarem relatório anual das atividades não poderão obter renovação dos mesmos e nem concorrer ao Programa de Bolsas de Extensão.

Ficarão os docentes responsáveis, ainda, impedidos de alocar carga horária para a mesma atividade por período correspondente à metade do tempo empregado no projeto anterior.

 

Certificação de cursos


Os certificados de cursos de serão expedidos pela PROEX, devidamente assinados pelo coordenador do curso e pelo Pró-reitor de Extensão.

 

 

Para mais informações sobre a política de extensão na UFPA, acesse a Resolução

n.º 3.298 , de 7 de março de 2005.